RSS

Arquivos mensais: Setembro 2011

Depende de você!

Quando escolhemos fazer uma “faxina interna”, muitas vezes não gostamos de nos deparar com todo o “lixo” que guardamos em nossa mente, em nosso coração…
A dor surge como sinal de que aquilo ali precisa ser removido, transmutado, deletado.
E esta dor pode nos mostrar o  trabalho a fazer. Se nos julgarmos impotentes para realizá-lo podemos contar com a ajuda do Nosso Pai. Ele nos capacitará a fazê-lo. Na verdade é isto que Ele espera de nós: que possamos deixar nossas fraquezas surgirem e olhá-las com amor. Talvez até com compaixão. Isto porque somente o Amor é capaz de realizar milagres.
É apenas quando encaro o que há de escuro em mim e/ou o que precisa ser curado e trabalho em sua remoção e/ou em sua cura, com todo Carinho, com todo Amor,  que a Luz poderá imperar sem competições!…
Se a dor surgir durante sua “faxina” deixe que ela lhe mostre o caminho do “como cuidar melhor de você”, onde podar no jardim…
Deixe que ela o ajude a “reler sua  lida, sua alma, seus amores”para fazer as revisões necessárias, os cortes essenciais…
Limpe  espaços e trabalhe para a LUZ imperar, por fim.
Você constatará maravilhado: “Muito bom saber que depende, primeiramente e principalmente, só de mim!!!”
 
 
Lindo dia para você!
 
Luiza Gonçalves
 
 
 
Anúncios
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em Setembro 30, 2011 em Bordando Palavras

 

Faxina Interna

 

Hoje convido você a fazer uma “faxina” interna durante toda uma semana. Reservar  ao menos 15 minutinhos em cada um dos próximos sete dias e fazer esta faxina,  “limpar o seu jardim”.
Remover aqueles pensamentos e sentimentos que geram desmotivação e lhe mantêm em “lugares” não desejados. Trazer “para fora” suas crenças limitantes e questioná-las.
Retirar do “baú” fotos, cartas, bilhetes que o mantêm preso a um Passado e o impede de dizer SIM para o Presente, para o Futuro!
Quando tomamos consciência de nossas crenças limitantes e passamos a questioná-las, sua força diminui substancialmente.
Em que você acredita, principalmente sobre suas capacidades, sobre seus dons e sobre seus merecimentos?
Que perguntas limitantes você vive repetindo a si mesmo?
E em que estas crenças, estes pensamentos, estas perguntas paralisadoras limitam seu Crescimento, seu Desenvolvimento, seu Sucesso?
Vale a pena continuar acreditando nelas?
Vale a pena deixá-las no controle, levando você a repetir, repetir e repetir resultados indesejados?
Durante estes 7 dias de “faxina”, fique “de olho” em sua conversa interna e detecte suas crenças limitantes sobre QUEM É VOCÊ. Esta fala é a fala de um juiz impiedoso ou de uma vítima indefesa? Ela é a fala de alguém que tem uma auto-estima elevada ou não?
Comece a observar, sem julgamentos, estas vozes em você. Isto lhe auxiliará a descobrir em que idéias suas crenças limitantes estão baseadas, o que lhe dará condições de questioná-las com muito mais propriedade.
Alguém já nos afirmou que crenças são profecias auto-realizáveis.
Sendo assim, que crenças você escolhe alimentar e quais crenças você escolhe enfraquecer a fim de obter o que você realmente deseja fazer, ter e principalmente SER?
Gasparetto nos afirma com propriedade que “a vida e as pessoas nos tratam como nós nos tratamos!”.
Se eu não tiver como meta principal  o “CUIDAR MUITO BEM DE MIM”, como posso exigir que a vida e as pessoas o façam?
Arregace as mangas, pegue papel e lápis e enumere suas crenças limitantes sobre QUEM É VOCÊ, sobre o que você acredita merecer, sobre suas capacidades ou incapacidades. Depois da lista pronta questione, questione e torne a questionar cada uma delas. Fazendo isto você estará minando as forças de todas elas e criando espaço para que novas e fortalecedoras crenças possam estar no controle, ajudando você a CHEGAR LÁ, onde seu coração irá de fato se deliciar com novos e maravilhosos RESULTADOS.
Lembre-se: você não é suas crenças!
Pare de acreditar nas mentiras que você alimenta sobre si mesmo! Aposte apenas na verdade sobre QUEM VOCÊ É!
Escolha AGORA “podar o seu jardim” e decrete em alto e bom tom durante os próximos 7 dias: “ESTOU AGORA ESCOLHENDO CUIDAR MUITO BEM DE MIM!”
Você constatará, em muito pouco tempo o quanto VALEU A PENA!
Então, aceita o meu Convite?
 
Linda e produtiva “semana da faxina interna” para você!
 
Luiza Gonçalves

 

 
9 Comentários

Publicado por em Setembro 29, 2011 em Bordando Palavras

 

Seu maior desafio…

 

Seu maior desafio não é superar a decepção que você vivencia quando alguém não confia em você,quando alguém não lhe dá seu apoio… Seu maior desafio é superar a sua incapacidade de confiar em si mesmo(a) e de apoiar a si mesmo(a)!
Seu maior desafio não é superar a dor de não ser amado(a) e valorizado(a) como gostaria. Seu maior desafio é amar-se e valorizar-se como antes nunca fez!
O que você está recebendo ou não dos outros e da vida  é apenas o “feed-back” do que você transmite sobre si mesmo(a).
O que você pensa sobre você?
Quais são as palavras- chaves que usa para descrever-se em sua conversação interna?
Que frases lhe descrevem em suas conversas íntimas?
O que você vive dizendo a si mesmo(a) sobre você?
Você se parabeniza todas as vezes que suas escolhas e seus atos são dignos de apreciação?
Você se dá presentes por cada ato de superação, por cada passo dado no CAMINHO DO “CHEGAR LÁ?”
Você, todos os dias, escolhe estar o tempo todo “bem do seu lado”?
Você se apóia quando suas escolhas não trazem bons resultados?
Você, todos os dias, reserva alguns minutos para se olhar no espelho e se auto-elogiar?
O que você pensa que é: como profissional, como companheiro(a), como amigo(a), como profissional, como Ser Humano? Lembre-se: estes pensamentos são sua “mensagem” para o mundo. E o mundo só pode corresponder a ela, nos mínimos detalhes…
Como nos sugere Neale Donald Walsch ‎”Glorifique quem você é hoje. Perdoe quem você foi “ontem”. E trabalhe para se tornar quem você quer SER amanhã!”
Desenvolva a Divina Arte de se amar!
Crie o hábito de se apoiar!
Escolha ser um(a) apreciador(a) de si mesmo(a).
Parafraseando o Neale, lembre-se de que “Deus só pede que você inclua a si mesmo(a) entre aqueles que você ama”! É isto um dos principais quesitos do Sucesso, em todas as áreas de sua vida.
Sempre, sempre, como nos diz Gasparetto, ansiamos receber dos outros aquilo que negamos a nós mesmos(as). Não protele mais o AMAR A SI MESMO(A). “Daqui há um ano você vai desejar ter começado hoje…”, como nos diz Karen Lumb. Valerá a pena o “deixar isto para depois”?
Aprenda a se honrar, a se acalentar, a se apoiar, a se amar em todos os momentos, a partir de AGORA!
E não se surpreenda com os Novos Resultados! Eles irão apenas confirmar que a “bola” sempre esteve, sempre está e sempre estará NAS SUAS MÃOS!!!
Pense nisto! Lembre-se disto! E, principalmente, escolha viver TUDO ISTO!!!
Seu FUTURO está começando AGORA!
 
Luiza Gonçalves
 
 
 
4 Comentários

Publicado por em Setembro 19, 2011 em Bordando Palavras

 

Que parte de mim que desconheço é que me guia?

Às vezes nos pegamos totalmente insatisfeitos com uma ou mais área de nossas vidas. O mundo parece conspirar contra nós.
“Ninguém me ama”.
 “As coisas não são tão fáceis como parecem…
” Eu acho que estou pagando por erros passados, de vidas passadas…”
 “Meu tempo passou”…”Estou ficando velho(a)”.
 “Nada dá certo para mim. Não sei porque continuo a apostar, a acreditar…”
Estas declarações de incompetência pessoal parecem ser nossa primeira voz. E, ao repeti-las, damos a elas ainda mais força, ainda mais poder. Culpamos o tempo, a idade, os nossos pais, nossos companheiros(as) e esquecemos que somos os únicos responsáveis. Muito mais fácil delegar a culpa ao outro, a alguma outra coisa ou a alguém fora de nós.
Quão difícil é nos responsabilizar por nossos erros, desacertos, frustrações, infelicidade…
E, mesmo quando temos a coragem de fazer isto, quão difícil é achar a fórmula que nos auxiliará a quebrar padrões neuróticos, negativos, que tanto sofrimento nos traz. E, o que é ainda pior, receber da Bondade Divina esta fórmula e não aplicá-la em nosso benefício.
QUE PARTE DE MIM QUE DESCONHEÇO  É QUE ME GUIA???
Há tempos atrás me julguei extremamente competente em lidar com uma situação em minha vida. Afinal, pensei, Ho’oponopono me trouxe todas as respostas que por tanto tempo busquei e sei como deixar que a Divindade assuma o controle e me conduza… Qual o quê: ao entrar nesta situação, me julgando totalmente consciente de onde estava pisando e adorando vivenciar tudo aquilo, entrei novamente no “piloto automático”. Esqueci que a limpeza deve ser constante. Esqueci que quando o assunto envolve o coração a razão acaba ficando impotente…
Esqueci que minhas memórias indesejáveis estavam apenas aguardando  uma brecha para reassumirem o controle. E ASSUMIRAM. Voltei a manifestar padrões comportamentais que jurava já tinham sido eliminados. Voltei a esquecer QUEM SOU e o que há de DIVINO em mim. Dormi no ponto, como falamos aqui. E sofri mais uma vez. Foi como reviver um velho filme, só que com personagens diferentes… A história, mais uma vez se repetia.
No início, quando vi que as coisas fugiam ao meu controle, voltei a limpar. Só que o fiz com pré-requisitos. Limpava para obter o que eu queria e não para que a Divindade me conduzisse para o Melhor. Limpei pra obter o que eu desejava e que julgava ser o certo, o bom para mim. Insisti, como o Al me disse tempos atrás, em buscar a felicidade (letras minúsculas = passageira, ilusória) ao invés de deixar que Deus me conduzisse para A FELICIDADE (permanente, real). E, claro escolhi a felicidade imediata, esquecendo-me de avaliar o que ela me faria vivenciar a longo prazo…
Quanta dor esta busca pelo prazer imediato muitas vezes nos proporciona!… Queremos o SIM de Deus e esquecemos que o seu NÃO é o melhor SIM que Ele nos oferece…
Vivenciar esta situação veio me provar que a limpeza deve ser incessante.
Que escolher manter-nos em CONEXÃO com AQUELE QUE É TODO AMOR E SABEDORIA deve se tornar um delicioso hábito e não evento esporádico. Caso contrário, partes de nós que desconhecemos nos guiarão por Caminhos não muito felizes, não muito satisfatórios. E, o que é pior, nos farão acreditar que somos nós quem não dá conta, quem não pode ser feliz, quem não para de cometer erros.
Hoje, relembrando este episódio, tenho comigo que o meu maior erro foi simplesmente acreditar que ESTAVA PRONTA e que podia agir por mim mesma. Mas, o “eu mesma” não era EU…
 
Luiza Gonçalves
 
 
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em Setembro 19, 2011 em Bordando Palavras

 

Você continua sonhando?…

Você, nestes últimos meses já parou para fazer um balanço de sua vida, contabilizando seus sucessos e também o que você costuma chamar de fracassos?
Qual foi o saldo?
Há ainda muitos sonhos esperando para serem realizados? Quais são esses sonhos? De que tamanhos eles são? Eles dependem apenas de você para se tornarem realidade? Eles lhe promovem deliciosa emoção ao pensar em cada um deles concretizados? Eles lhes trarão inúmeros benefícios ao serem alcançados?
Se você respondeu à maioria desta perguntas com um “SIM”, me desculpe, mas você está em seu momento atual “VENDO A VIDA PASSAR” ou “DEIXANDO QUE A VIDA LEVE VOCÊ”…
O que falta ainda para você perceber que o que você deseja só está aguardando suas ações para se manifestar?
O que está lhe impedindo de escolher desafiar sua atual zona de conforto e colocar “a mão na massa” para realizar seu Propósito de Vida?
Do que você tem medo e como pode superá-lo? Lembre-se: quando nosso sonho se transforma em META ele cresce tanto, se envolve em tão poderosa energia que o medo se acanha… Ele pode até não desaparecer (o que em determinadas ocasiões é ótimo) mas ele não mais tem a força de paralisá-lo(a)!
Desafie os supostos ou reais obstáculos que estão lhe impedindo de CHEGAR LÁ! Desafie, principalmente a si mesmo(a)! Dá para se proteger, estabelecer um Plano de Ação seguro e ENCARAR? Então, por que não?
Nós todos sabemos e já comprovamos que inexiste os ‘NÃO POSSO”, “NÃO CONSIGO”. O que existe  é o “NÃO QUERO TANTO ASSIM”!
Se você REALMENTE quer que seu sonho se transforme em realidade, não o construa na areia…
METAS precisam de alicerces sólidos. Precisam de preparação, de ação, de CONFIANÇA. E, claro, PERSISTÊNCIA.
METAS não se formam de sonhos fraquinhos.
Sonhos são apenas aqueles castelos que construímos na areia ou aqueles que nem na areia construímos…
METAS são  sobre o que faz seu coração cantar.
Ter  uma META é viver com uma Grande e Motivadora INTENÇÃO.
Uma INTENÇÃO tão poderosa que lhe move.
Tenha METAS!
É sobre a sua vida … e sobre você!
Faça isto por você!!!
Pare de ter saudade do que você ainda não viveu!!!
Vá confiante em direção à concretização de sua Meta, do seu Propósito de Vida.
Incorpore a certeza de que para que tudo dê certo você é quem tem que fazer dar certo.
Não quem você está sendo agora. Não o que você tem feito até então… Sua maneira de ser e de agir atuais só foram capazes de lhe levar ATÉ AÍ. Se você deseja mais você precisa fazer mais e, principalmente, SER MAIS!
 METAS pedem um NOVO SER.
Quem você precisa SER a fim de TER o que almeja seu coração?
O que precisa pensar: de seu sonho, de sua vida, dos outros, da vida, de você?
O que precisa deixar pra trás?
Que nova performance precisa desenvolver e manter?
Se você quiser viver a vida intensamente, plenamente, pare de apenas sonhar!
Escolha VIVER  a vida que até agora você só tem imaginado…
VIVER é MAIS!!!
 
Luiza Gonçalves
 
 
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em Setembro 19, 2011 em Bordando Palavras

 

Feliz “ANO NOVO”

Nestes últimos dias tenho vindo muito pouco aqui. As atividades profissionais pediam total “presença” e o tempo livre estava limitado.
Mas hoje estou de volta.
Desejo-lhes uma linda noite e um Amanhã repleto de PODEROSAS ESCOLHAS!
Peço licença para dar,  a cada um de vocês uma sugestão:
ESCOLHA, ainda HOJE, iniciar  um “NOVO ANO”, uma VIDA NOVA. Sim, AGORA!!!
Um “Ano Novo” sempre começa quando escolhemos que ASSIM SEJA!!!
Escolha ter, a partir de agora um OLHAR NOVO.
Agarre toda Oportunidade!Transforme seu Sonho em META ALCANÇÁVEL!
PARTICIPE de sua “materialização”!
Esqueça antigos “fracassos”. Eles ficaram no ontem e podem lhe fornecer dicas do que “não fazer” e/ou do que fazer diferente… Use-os como experiências.
Estude também seus SUCESSOS. Eles lhes fornecerão fórmulas mágicas e eficazes…
Tente. Invente. Reinvente novas formas de FAZER ACONTECER!
Acredite em seus Dons, em seus Talentos e esteja pronto(a) para capacitar-se ainda mais!
Supere-se!
FAÇA ACONTECER!!!
E lembre-se: “VOCÊ PODE QUANDO ACREDITA QUE PODE”!
Seu “Ano Novo” pode não ter começado no primeiro dia de 2011. Mas ele pode se iniciar a qualquer momento. Ele será novo quando você o fizer NOVO.
Que tal AGORA?

 

Deus abençoe a cada um de vocês!
 
Luiza Gonçalves
 
 
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em Setembro 19, 2011 em Bordando Palavras

 

Divina Luz

 
Que força é esta que me guia?
Que luz é esta que surge, em meio a escuridão,
Me apontando o caminho da alegria?
 
Que voz é esta que sussurra aos meus ouvidos:” persista”
Mesmo quando o quadro em volta  sugere o desmotivante “desista”?
 
 
De onde vem esta exuberante e graciosa Luz
Que clareia os recônditos de minha mente,
E que  sempre a melhores caminhos me conduz?
 
De onde vem você, voz que sopra aos meus ouvidos,
De forma doce e convincente:
“Que tal recordar tantos obstáculos já vencidos”?
 
De onde vens, força poderosa,  descomunal
Que me intui, me inspira e me ajuda a ver além do “normal”?
 
De onde vens, luz divina, que chega para me lembrar, para me mostrar
O que ganharei, o que manifestarei
Sempre que eu escolher confiar, acreditar?
 
De onde vens, força divina, abençoada
Que me envolve em seu suave abraço
Me propiciando  a deliciosa constatação  de que sou amada?
 
De onde vens, força divina, luz de indescritível beleza
Que me alarga as fronteiras me ajudando a acrescentar
Novos e fascinantes significados à palavra riqueza?
 
De onde vens, força que me acompanha,
Que me fascina, me  enleva,
Que me penetra fundo, nas entranhas?
 
De onde vens, força além dos sonhos meus?
Será de Jesus, de Maria ou de Deus?
 

 

Luiza Gonçalves

 
 
 
 
 
 
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em Setembro 19, 2011 em Bordando Palavras